terça-feira, 2 de março de 2010

Lá vem ele...

Ai... hoje os papéis estão em branco. Mas o coração está tão colorido.
Ver um sorriso sorrindo pra mim do outro lado do mundo me deixa tão zen. Sonhar com a tua visita me faz parecer criança que acredita e aguarda Papai Noel. Coração pulsando no corpo inteiro.
Love, love, love. Luz e sombra. Tomento e calmaria. Desespero e zenbudismo.
E eu que pensava que já havia esquecido... aliás, sempre soube que não poderia esquecer. Regava esse amor todo dia em minhas lembranças, porque sua beleza e encantamento merecia essa gota d´ água que o alimentasse. Tem amor que merece ser regado, alimentado, nutrido e podado... para que floresça cada vez mais bonito, para que sobreviva em nós e para nós.

"Amor não resiste a tudo. Enche de erva daninha. Amizade também, todas as formas de amor." Caio F.

2 comentários:

  1. é frágil como porcelana, se cuidar dura muito e lindo e forte tb.

    ResponderExcluir
  2. e agora completo assim tudo se encaixa.

    ResponderExcluir